Friday, July 10, 2009

ENTRE DEUS E A MERDA


Entre a merda e Deus está a poesia. Não que Deus seja superior à merda. Aliás, merda para Deus!, já dizia Rimbaud. Não temos de a classificar em gerações ou em temáticas, a poesia vai a todo o lado. Abarca tudo, desde o homem-cotação bolsista até aos gatos e ao cão que tenho no quintal. Busca o sublime, Deus, a alma mas também pode falar das lixo e do retretes. Está entre Deus e a merda, seja lá Deus o que for, mesmo que Deus seja uma merda como em algumas passagens do Antigo Testamento.

2 comments:

Claudia Sousa Dias said...

disseste isso ontem no debate?

e eu não vi?!


bolas...


csd

apedroribeiro said...

pois é, paciência. Ficou para a posteridade.