Tuesday, April 28, 2009

O CHATO DO COSTUME


Começo a precisar mesmo de uma agenda. Os eventos e as marcações sucedem-se. Estou a ficar um profissional do espectáculo. O "cachet" é que demora a vir. Vão-me pagando em jantares, copos e viagens. Não é mau de todo mas não chega. O empregado, que já não é o Gomes, demora a trazer o fino. Esqueceu-se. Já o avisei. Mais um euro para o "Piolho". Menos um euro para o Ribeiro. Falta vir o chato do costume. Vá lá. Hoje até que nem me chateava. Estou bem disposto. Extraordinariamente bem disposto, apesar do mercado e do capital. Estou em "tournée" pelas paróquias. É a poesia e o rock n' roll. Não tenho tido uma vida má nos últimos tempos. Até dizem que sou púdico em algumas coisas. Talvez seja. É uma forma de defesa. Os putos que estudam jornalismo falam de comunismo e de esquerdismo. Finalmente ouço conversas interessantes na mesa do lado. Os praxistas gritam hinos fascistas. Talvez esteja a ser demasiado duro. Talvez haja pessoas bem intencionadas na coisa. Pronto. Os praxistas gritam hinos militares. Talvez seja mais adequado. Mais um euro para o "Piolho". Um euro, um fino. Um euro, uma estória. Um euro, uma vida. E o telemóvel está a ficar sem bateria. Que se foda! Pronto. Chegou o chato do costume.

7 comments:

Claudia Sousa Dias said...

o chato do costume...


:-))



csd

Angel said...

ve la se publicas a agenda pra malta saber....

João Pereira said...

boa tarde.
tenho vindo a seguir o seu blog á algum tempo e reparei que gosta de jim morrison
é o seguinte. há uma letra dos doors que eu gostava de saber a interpretaçao de alguem que goste das poesias de jim morrison, "not to touch the earth", se me pudesse ajudar agradecia. obrigado
cumprimrntos e parabens pelo blog.

apedroribeiro said...

Caro João Pereira,
a interpretação ou a tradução?

João Pereira said...

boa tarde
a interpretaçao.
obrigado pelo seu tempo :)

João Pereira said...

ah. se achar que é mais pratico, deixo o meu mail:
joaozip@hotmail.com
cumprimentos

apedroribeiro said...

caro João,
"Not to Touch the Earth" é uma parte do longo poema "The Celebration of The Lizard". Tenho estado sem computador mas vou tentar interpretar o poema. Depois mando mail.