Sunday, October 5, 2008

BRASILEIRA


A exuberância da empregada brasileira faz-me esquecer Sócrates e Platão. Como ela anda, como ela ginga. Finalmente alguma acção nesta terra. Morte ao tédio! Abaixo a pasmaceira! Até já tirei o casaco. Ai, aquele cu! Olha, agora desapareceu. Refugiou-se na arrecadação. Que se foda o futebol! O Sporting e o Porto que se enrabem um ao outro. Finalmente alguma acção. E a gaja não volta. Deve estar a masturbar-se. Estou a ficar como o Quim. Conas aos saltos! Conas aos saltos! Que se foda a televisão! Que se foda o big brother e a sociedade-espectáculo! um simples "olá!", a forma como disse "olá", o porte, a pose, a naturalidade, até me assustou! Que se fodam os futeboleiros da terra. Vou mijar.

3 comments:

Claudia Sousa Dias said...

Bom, então aqui vai mais ou menos aquilo que tentei escrever ontem:

"este texto é 100% Pedro Ribeiro. Nem Sócrates, nem Platão, nem Sófocles, Esquilo ou Aristófanes...

Mas aproxima-se muito de Plauto. É muito ao gosto dos Romanos."

Não foi bem assim, mas foi quase. sabes que estou sempre a refinar o que escrevo. quando publico algo pela segunda vez, vai sempre com emendas.

tenho várias ideias para ti:

1) Podes partir de um texto como este para escrever uma peça de tatro muito divertida.

2) Há outros em que podes pegar e desenvolvê-los, transformando-os em contos eróticos (ia ficar fantabulástico., é um desafio que te lanço).

3) eu, no teu lugar preparava-me para escrever um romance. Só aqui, no xamã, tens todos os ingredientes.

Vá lá. Tu consegues.

beijinhos


CSd

apedroribeiro said...

obrigado, Cláudia. Deste-me umas ideias. Não sei se serei capaz...

Claudia Sousa Dias said...

é claro que sim.

tens é de acreditar mais em ti...

CSD